Projeto 'Pedras Rolantes' leva esculturas de chão aos passeios de Évora


22 Abr

As esculturas de chão, da autoria do artista Bernardo Bagulho, já começaram a ser colocadas nos passeios, com o indispensável apoio dos mestres calceteiros da cidade de Évora, informa a Associação Pó de Vir a Ser - Departamento de Escultura em Pedra - CCÉ .
 
São 14 as novas esculturas de chão que exploram a interseção entre a escultura e a cidade e nesta fase serão colocadas em locais fora das muralhas. Este segundo take leva as personagens de pedra para fora do centro histórico, até aos bairros de Évora.
 
Desta vez, as Pedras Rolantes saem do Centro Histórico para ir ao encontro de outros percursos quotidianos dos habitantes da cidade. A primeira escultura de chão foi colocada na Senhora da Saúde e está pronta a inaugurar por quem por lá passar.
 
O projeto Pedras Rolantes versão 2.0 do artista Bernardo Bagulho resulta de uma residência artística na Pó de Vir a Ser - Departamento de Escultura em Pedra - CCÉ. É apoiado pela Câmara Municipal de Évora, no âmbito do Artes à Rua - Festival de Artes de Públicas de Évora 2020, pela Direção Regional de Cultura do Alentejo e pela Assimagra - Recursos Minerais de Portugal.
 
 
Alexandre Vieira, Eng. geológico
« Voltar ‹ Anterior Próxima ›